sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Tesourinhos da 2 de Fevereiro VII

O Indigente publica aqui mais uma foto raríssima da nossa banda.



Foto cedida gentilmente por o Sr. António Carriço e Mané!

Continue lendo >>

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Ontem pela Prova Oral da Antena 3

Como é bom ir no carro e ouvir algo como o que aqui vai a seguir.



Prova Oral, uma rubrica de Fernando Alvim na Antena 3 de 2ª a 6ª das 19.00 até as 20.00.

Continue lendo >>

Tesourinhos da 2 de Fevereiro VI

Aqui fica, mais um tesourinho da nossa banda vinda do fundo do baú!
A foto foi tirada no dia 25 de Abril de 1977.
O Blog Indigente continua receptível a receber histórias ou retratos da nossa banda.



Foto gentilmente cedida por: Marco Peres (Oceano) e Sr. Serafim Pintor.

Continue lendo >>

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Noticias sobre Santar

É sempre agradável encontrar, ler noticias sobre Santar!!
Desta vez, sobre os vinhos do Dão, nomeadamente os da Quinta do Cabriz que continuam a trazer fama à vila:

Vejam a noticia no link

Continue lendo >>

sábado, 14 de fevereiro de 2009

A Fontinha dos Amores

Hoje, é o dia de São Valentim, popularmente conhecido como o dia dos namorados e falar em namorados num espaço como este, dedicado à Vila de Santar, leva-nos obrigatoriamente a falar na desaparecida e saudosa “Fontinha dos Amores”.

Em Santar ainda há gerações privilegiadas que conseguiram viver intensamente o que de mais mágico existia nesta Vila. Outros há, no entanto, que denegriram esse nome, entendendo na raiz da sua mesquinhez, encarar a Fontinha como um “antro” para a “perdição”. As más-línguas diziam que era na Fontinha dos Amores que os jovens faziam o pior, o proibido, o incorrecto. Com certeza que também se fez, mas a grande maioria das pessoas usufruiu deste espaço, pela beleza e tranquilidade, sossego e discrição que nos transmitia.

A Fontinha dos Amores nada mais era do que o “Éden” Santarense, uma floresta imponente, luxuriante, magnifica, linda, tranquila. Com traços solitários e eremitas, de um verde intenso, situada à entrada de Santar, era como um postal de boas vindas à Vila. Tinha ainda, como particularidade mística, um acesso pelo interior da Vila que se fazia por um caminho e por uma velha ponte Romanos.

Aqui, reinava essencialmente o contacto e a comunhão com a natureza. Centenas de árvores plantadas, onde nem os raios de sol conseguiam penetrar: carvalhos, pinheiros mansos e indígenas, ciprestes, acácias e tantas outras espécies que contribuíram perfeitamente para o carácter romântico atribuído a esta mata. A tranquilidade e o silêncio eram incisivos, só interrompidos pelo chilrear de inúmeras aves que faziam da Fontinha o seu habitat natural e até, o seu ponto de regresso de correntes migratórias. Havia ainda o cheiro, que a memória nos traz. O cheiro a resina, a pinheiros, a ar puro.

Segundo contam os mais antigos, esta mata já era conhecida como Fontinha pela existência de uma nascente e de uma pequena fonte, que ainda sobrevivem até aos dias de hoje. A história de boca em boca ainda nos diz que, foi nesta floresta mágica que aconteceu o namoro entre a Sra. Condessa e o falecido Sr. Conde. Ainda jovens, dirigiam-se à Fontinha, para longos passeios numa charrete, acompanhados de uma criada. Rapidamente o povo passou a chamar-lhe de a Fontinha dos Amores.
Não sei se a história será real, mas é romântica e todo o povo tem direito a uma lenda romântica, que se transmite de boca em boca, de geração em geração e Santar não é excepção, e teve por isso, o seu jardim da Sereia, o seu D. Pedro e D. Inês.

Para revolta e indignação de muitos, a Fontinha dos Amores já desapareceu. Haverá pessoas mais indicadas do que eu para falar nesse momento negro da história de Santar. Muitas foram as vozes que se fizeram ouvir nesse ano fatídico, mas concerteza os proprietários tinhas as suas razões e a sua vontade foi realizada. Hoje, resta-nos recordar, procurar na memória, sons, imagens, cheiros. Evocar momentos vividos aí e sorrir, sorrir com a saudade típica do Santarense que respeitou um espaço e que o viveu intensamente.

Lamento profundamente que as gerações mais jovens não possam agora usufruir desse espaço único, no entanto, ofereço algumas reproduções, que nunca farão jus à verdadeira beleza desse espaço, mas que já atribuem uma leve imagem e faço um convite a todos os que nos visitam e ainda recordam esta encantada mata, que deixem aqui, os seus testemunhos de momentos vividos na Fontinha dos Amores.

Continue lendo >>

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Tesourinhos da 2 de Fevereiro V

O Indigente, publica aqui, uma das fotos mais antigas da Sociedade Musical 2 de Fevereiro em formato postal, com a felicitação para nova quadra natalícia/ano novo de 1958/59.
Quem o adquiriu, teve que na altura pagar a simpática e modesta quantia de 20 escudos!!!



Postal gentilmente cedido pela Srª Madalena.
O Blog do Indigente agradece também à Srª Maria de Lúcia Sampaio Oliveira Alves.

Continue lendo >>

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Preparar o Futuro

A Sociedade Musical 2 de Fevereiro do alto dos seus 117 anos não sente tremores nem tem rugas, porém porque um dia a proveta idade vai chegar, tem neste últimos anos acautelado a sua continuação, tentando a expensas próprias dar continuidade ao seu historial.
Esta sociedade começou com as classes de aprendizagem de modo continuado desde 2007, tentando transmitir ás novas gerações um gosto pela musica em ambiente de sã camaradagem, ensinando estas a respeitar a união e o amor que só esta arte sabe motivar. Decerto não serão todas estas crianças, futuros executantes, mas ficarão com certeza ligadas para sempre a estes momentos. Todos sabemos que a musica tem a capacidade de moldar e definir o intelecto destas crianças e de torna-las cidadãos mais preparados e sensiveis, em suma capazes de ver e entender o mundo de outras formas.
Devem as entidades responsáveis apoiar e incentivar de todas as maneiras possiveis a manutenção desta situação, na maior parte dos casos sem que para isso tenham de fazer esforços acrescidos, quer logistica , quer financeiramente.
Mais uma vez esta associação tem sabido manter-se na vanguarda assegurando o seu futuro sem com isso comprometer o seu presente.Um bom exemplo.


video

Continue lendo >>

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Galeria dos Mestres

O Indigente dando seguimento ao tema deste mês gostaria de poder efectuar uma Galeria dos Mestres da Sociedade Musical de 2 Fevereiro.Tendo em vista que o espólio da banda nesta galeria é de facto reduzido gostaria de deixar neste espaço o nosso apelo uma vez mais , para que quem possua espólio relativo à banda e em especial aos seus mestres os compartilhe com o blog, para além de os dar-mos a conhecer a todos, estamos a prestar uma ajuda na reconstrução de partes da história de tão antiga instituição. Todo o material recolhido pelo Indigente será pois entregue à associação em formato digital.
Gostaria também de apelar a quem saiba dar informações sobre as pessoas, as sua notas biográficas , as histórias engraçadas, que decerto muitos ainda hoje têm para contar, essas historias devem ser transmitidas a todos para que todos conheçam melhor um pouco mais da nossa terra. Os colaboradores do Indigente dentro das suas possibilidades estarão sempre disponíveis para ouvir essas histórias e fazer o seu registo.

Aproveitamos para deixar aqui as fotos dos mestres prometendo actualizações do post sempre que surgirem novidades.









Continue lendo >>

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Tesourinhos da 2 de Fevereiro IV - Década de 80


Pardieiros, Carregal do Sal


Carnaval de Nelas, 1986


Cabreiros, Arouca

"A foto de Cabreiros, aldeia do concelho de Arouca, tem como curiosidade, ter sido tirada com um filme 126mm, e máquina avariou depois, pelo que é a única foto que possuo. Aquela hora andávamos perdidos no meio da serra, pois ninguém sabia onde ficava a aldeia, o contrato foi feito por telefone, bem como as indicações para lá chegar. O pessoal está a aliviar a bexiga pois a viagem já ia longa. Nesta foto estão o Ângelo e o Carlos Pina."

Fotos e legendagem gentilmente cedido por Tonhé

Continue lendo >>

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Comunicado - O Indigente

O Indigente, vem por este meio agradecer ao Sr. Presidente da Sociedade Musical 2 de Fevereiro, António Rui, a disponibilidade, e informação que nos está a prestar.
De salientar ainda a divulgação deste mesmo espaço ontem no seu discurso para todos os presentes na comemoração dos anos da sua banda.

O Blog do Indigente agradece, e aquilo que futuramente (sem esquecer o presente e o passado) irá acontecer teremos todos o prazer em aqui divulgá-lo.

Não poderíamos também criar este pequeno comunicado, sem uma palavra a uma pessoa que também nos tem dado muito material da nossa banda!
Ao Tonhé, um muito obrigado também.

Atentamente.

Blog O Indigente

Continue lendo >>

domingo, 8 de fevereiro de 2009

A Historinha do dia

Hoje dia 08-02-2009 foi dia de festa... Sabe porquê?

A


Comemorou hoje os seus...


...convidaram os amigos da...



...Banda Amizade de Aveiro (a quem endereçamos desde já, os nosso agradecimentos)

... e com o resto dos...


... e com aristocracia...




O senhor presidente fez um...


E assinou um...


A aniversariante presenteou todos os presentes com a sua...


Por parte d'O Indigente desejamos muitos anos de vida, com o mesmo empenho e a mesma vitalidade. Já agora gostaria de referir que só fez falta quem lá esteve, e os que estiveram, foi de certeza com boa vontade.
Até para o ano.

Continue lendo >>

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Tesourinhos da 2 de Fevereiro III

Mais memórias de um já longo historial










Fotos gentilmente cedidas pela Sociedade Musical 2 de Fevereiro

Continue lendo >>

Barriquinha - História de uma alcunha

Para as gerações mais recentes, falar da Sociedade Filarmónica ou da Banda de Santar, sem falar no "Barriquinha", é como dar uma receita sem os ingredientes.

Reza a história, que uma criança muito alegre, extrovertida e inteligente, de seu nome Carlos Sampaio, foi certo domingo, à missa com os seus cinco irmãos, tendo ficado a sua Mãe em casa a preparar o almoço para esta enorme familia. Concerteza, na sua tenra idade, teria preferido ficar a brincar ao peão, ou a fazer música com os seus pequenos instrumentos improvisados, mas a autoridade de sua Mãe, lá o convenceu a dirigir-se à missa de Domingo.

Ao chegar à Igreja, encontra obviamente o Senhor Padre a ministrar a homilia, mas do púlpito. Assustado com o tom de voz alto do prior, sai a correr da Igreja e esbaforido, ao chegar a casa diz: “Minha Mãe, vim-me embora, porque está um Senhor dentro de uma barrica a ralhar com as pessoas”.

Uns dias mais tarde, seu Pai, contou este episódio num ensaio da Banda. Dizem, que a partir deste momento começaram a chamá-lo de Barriquinha!

Carlos Sampaio Coelho, foi um dos Homens mais apaixonados pela música que tive o privilégio de conhecer. Empreendedor, inteligente e com uma boa disposição contagiante foi um dos grandes incentivadores e promotores da história musical que hoje se sente na Vila de Santar. Chamá-lo de Barriquinha, é um termo carinhoso e ternurento, mas que para muitos dos Satarenses é significado de inteligência, cultura, empreendorismo, música...

Ao Barriquinha e a todos os Barriquinhas, um Bem Haja pelo que fizeram pela cultura da Vila.

Continue lendo >>

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Curiosidades partilhadas

Tonhe, um dos visitantes deste espaço, teve a amabilidade de partilhar uma curiosidade sobre a Banda Filarmónica de Santar, que, pela sua importância, entendemos ser de publicar:
"Como curiosidade, a Banda Filarmonica de Santar, participou em 23 de Janeiro de 1919, numa manifestação de apreço ao então presidente da Comissão administrativa da Camara Municipal de Nelas, Mário Pais da Cunha Fortes, que éra capitão e Provedor da Misericórdia de Santar, integrando um cortejo monárquico a quando da restauração da Monarquia em 19 de Janeiro de 1919. (in A Voz da Oficina, Viseu, n.º 1133, 23/II/1919, p.3)
Agradecemos desde já a disponibilidade e a partilha demonstrada, convidando o Tonhe e todos os visitantes a contribuirem com informação pertinente, de forma a enriquecermos o mais possível este espaço, em prol da divulgação da Vila de Santar.

Continue lendo >>

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Tesourinhos da 2 de Fevereiro II

Aqui vai uma foto com mais de trinta anos, lança-se o desafio de identificar o maior numero possível de ilustres executantes. A qualidade da foto não é a melhor e por isso fica o original e uma ampliação, mas o desafio fica lançado.



Foto gentilmente cedida por António Rui

Continue lendo >>

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Tesourinhos da 2 de Fevereiro





Fotos gentilmente cedidas por: António Manuel Sampaio Oliveira

Continue lendo >>

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Resumo Histórico Do Nascimento Da Sociedade Musical 2 De Fevereiro De 1892 De Santar



A vocação dos homens desta velha e histórica freguesia de Santar pela música é secular. O aparecimento desta Sociedade Musical 2 de Fevereiro de 1892 é proveniente dessa vocação, pois esta sociedade veio dar seguimento a uma outra que existiu com o nome de Filarmónica Santarense.
Esta Filarmónica Santarense, que teve uma duração de tempo desconhecido, foi a origem da nova Sociedade Musical 2 de Fevereiro. A Filarmónica Santarense tinha acabado, mas o gosto pela música dos homens da terra, esse, manteve-se sempre vivo, como ainda hoje se mantêm.
Assim em princípios de 1890, um grupo de antigos músicos oriundos da já citada filarmónica, apoiados pelo reverendo Padre Amaral Escada e outros de quem adiante se falará, deitam mãos á reconstituição de uma nova filarmónica, tendo como base o instrumental existente e compra de novo instrumental conseguido por subscrição pública.
O instrumental existente, a compra de novos instrumentos, a formação de novos músicos e os vindos da extinta Filarmónica Santarense, fez com que em 2 de Fevereiro de 1892, dirigidos pelo antigo musico e Mestre José Aurindo, tivesse lugar o concerto de apresentação da nova sociedade tendo sido baptizada a esse propósito de “Sociedade Musical 2 de Fevereiro de 1892 de Santar” que se mantêm viva e celebra hoje os seus 117 anos de existência.
Num meio rural como o nosso, não era de esperar ter havido o cuidado de registar todos os momentos bons e menos bons desta centenária sociedade, mas quem entrar hoje na sede verificará que a galeria dos Mestres começa a ser uma realidade e podemos ver já as fotos de Horácio Pessoa, Patrocínio, Carlos Sampaio e Berardo Pereira, mas para que a galeria fique completa faltam ainda as fotos do fundador José Aurindo, do Sr.Povoas, do Sr.Russel, do Sr. Américo, do Sr. João (Nino) do Sr.Quaresma e a do actual Mestre Manuel Sampaio que com tanto brilhantismo tem sabido dar continuidade ao trabalho dos citados mestres como o foi seu pai Carlos Sampaio.
Hoje 117 anos depois a Sociedade Musical 2 de Fevereiro continua a manter altos os seus ditames, é a mais antiga colectividade do concelho e continua o seu trabalho de ensinar as novas gerações sempre com o espírito e o amar á musica que estiveram na sua génese.
É pois pelo que representa, quer para Santar, quer para o Concelho de Nelas, que “O Indigente” tem o prazer de dedicar todo o mês de Fevereiro a tão vetusta associação, tentaremos ser abrangentes na análise e se possível dar a conhecer ainda melhor às novas gerações, a história e as pessoas que como seu esforço e dedicação, têm mantido a chama acesa durante os últimos 117 anos.
Gostaríamos de contar com a ajuda de todos os possam contribuir com fotos, ou pequenas histórias ou curiosidades de modo a podermos fazer um trabalho que não envergonhe a homenageada.
Muitos Parabéns pelos teus 117 anos “Sociedade Musical 2 de Fevereiro”

Continue lendo >>

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Sociedade Musical 2 de Fevereiro - Comemoração do 117º aniversário

O Indigente tem o prazer de aqui apresentar o cartaz, para a comemoração dos 117 anos da Sociedade Musical 2 de Fevereiro!

02.02 Segunda Feira

19.00 - Arruada

08.02 Domingo


08.00 - Fontanheiras Santar & Casal Sancho - Arruada
09.30 - Visita ao cemitério
10.30 - Igreja Paroquial - Missa Solene e Procissão
13.00 - Salão do Hotel Rural Quinta dos Belos Ares - Almoço de Confraternização
15.00 - Largo Visconde Taveiro ( em caso de chuva os concertos são transferidos para o Salão do Hotel Rural Quinta dos Belos Ares)

- Banda Amizade - Aveiro
- Escola de Música da S. M. 2 de Fevereiro
- Sociedade Musical "2 de Fevereiro"
- "Os Viscondes" da S.M. 2 de Fevereiro


Aqui fica, e claro, apareçam!



Feliz Aniversário - Blog O Indigente

Continue lendo >>